Moscou
Moscou é a maior cidade e a capital da Rússia. Fundada em 1147 por Yuri Dolgoruki, Moscou, a capital da Rússia, tem como símbolos o Kremlin e a Praça Vermelha, situada a sua frente e a ele ligada por três portões. Tem cerca de 12,2 milhões de habitantes na sua área metropolitana, o que a torna a maior da Europa em termos populacionais. Moscovo é, além da capital administrativa do país, a capital financeira, educacional e judicial. É um exemplo de um governo centralizado numa capital. Além do poder político, Moscovo é a cidade onde reside o "centro" da Igreja Ortodoxa Russa. Um outro ex-libris de Moscovo em termos de mobilidade é a sua enorme linha de metro com cerca de 278,8 km e que está em constante crescimento. Este metro possui em praticamente toda a sua linha imagens da era soviética.
É mundialmente conhecida pelos seus monumentos, como o Kremlin e a Catedral de São Basílio, pela Universidade Estatal de Moscovo.
Nas ruas de Moscou o novo encontra o velho: as igrejas antigas estão situadas perto dos volumes desajeitados "de Stalin Gothic"; as mansões elegantes, construídas no estilo "moderno", são os vizinhos dos arranha-céus soviéticos no Novo Arbat; e ao lado do Kremlim é o barulhento e reuniu a rua principal — a Rua Tverskaya.
Em Moscou você gostará da visita à Câmara de Armaria — a coleção de regalias estatais e artigos de vestuário de coroação; a Galeria de Tretiakov — casa de tesouro de ícones russos de arte antigo russo (11 — 7 séculos), gráfica e esculturas; o famoso  Teatro de Balé e Ópera Bolshoi; a Santa Tríade – Monasterio de Sao Sergio em Zagorsk — centro Ortodoxo principal situado na distância de 71 km de Moscou; o sistema de metrô que contém 125 "palácios das estações" com decorações inesquecíveis.