Kishinev

Kishinev é a capital e o grande centro industrial e comercial da Moldávia. É também a maior cidade da Moldávia que está localizada no centro do país, nas margens do rio Bic. Economicamente, a cidade é a mais próspera na Moldávia e é um dos principais centros industriais e centros de transporte da região. Como a cidade mais importante na Moldávia, Kishinev tem uma ampla gama de estabelecimentos educacionais. Além disso, a cidade tem a maior proporção de espaços verdes de qualquer grande cidade da Europa.

Fundada em 1436 como uma cidade mosteiro, a cidade fazia parte do Principado da Moldávia que a partir do século 16 ficou sob a suserania do Império Otomano. No início do século 19 foi uma pequena cidade de 7000 habitantes. Em 1812 ficou sob administração da Rússia imperial, o que fez dela a capital do recém — anexada gubernia da Bessarábia. A sua população cresceu para 92 mil em 1862 e para 125.787 em 1900. Após a Revolução Russa de Outubro o país declarou a sua independência do Império caído, antes de entrar para o Reino da Romênia. O período de desenvolvimento mais significativo da cidade foi a partir de 1971, quando o Conselho de Ministros da União Soviética tomou uma decisão “sobre as medidas para o desenvolvimento da cidade de Kishinev”, o que garantiu mais de um bilhão de rublos de investimentos do orçamento do Estado, até 1991, quando a Moldávia ganhou a independência após uma série de revoltas nacionalistas contra a população que fala a língua russa.